Planos de Saude Todos AquiFale com um consultor

Reajuste de Planos de Saúde é a maior queixa dos associados

A existência de um serviço jurídico abrangente e confiável, bem como inúmeras queixas contra aumentos abusivos de Planos de Saúde foram os pontos altos da palestra realizada nesta quinta-feira (26/7) no auditório do Sindnapi, que contou com a participação de cerca de 300 aposentados sócios do sindicato.
O evento deu a partida oficial da ampliação dos serviços do Departamento Jurídico do Sindnapi, que, além das questões diretamente ligadas à aposentadorias e pensões, prestará outras assistências aos associados: cobranças ilegais de taxas de financiamento de veículos ou imóveis, reajustes ilegais nos valores de Planos de Saúde, e orientação jurídica em assuntos relacionados com o Direito do Consumidor ou com o Estatuto do Idoso.

Para ampliar os serviços jurídicos, o Sindnapi preparou uma equipe de 12 advogados e estagiários, apresentados aos participantes da palestra. O propósito do sindicato é evitar que os associados sejam vítimas de profissionais não qualificados. “Em vez de receber ajuda, muitas vezes os aposentados são extorquidos”, explicou Tônia Galleti, coordenadora do Departamento Jurídico. E continuou: “Ao concentrarmos um grande número de ações sobre um mesmo assunto, será possível otimizar os serviços, o que resultará no seu barateamento com qualidade”.

Os associados que manifestaram interesse em obter assistência para a defesa de seus direitos, foram orientados a retornar ao sindicato com a documentação relacionada ao seu problema – e as maiores queixas dos participantes foram os reajustes insuportáveis das mensalidades de Planos de Saúde. O Departamento Jurídico também estará à disposição dos associados interessados em obter esclarecimentos sobre os direitos fixados no Estatuto do Idoso ou sobre os seus direitos como consumidor.

Os serviços jurídicos do Sindnapi são prestados apenas aos aposentados e pensionistas associados –sendo necessário, portanto, aos não sócios filiarem-se à entidade. Para isso, o interessado deve apresentar o RG e o CPF originais, dele e do cônjuge, se tiver, além do comprovante de endereço e o número do benefício. O Departamento Jurídico do Sindnapi está situado, no centro da capital paulista, à Rua do Carmo, 171 – Subsolo ao lado do Poupatempo.
sindicato dos aposentados