Planos de Saude Todos AquiFale com um consultor

ANS pede detalhe sobre formação de preço de plano de saúde emprescalibri

As operadoras de planos de saúde coletivos empresariais deverão prestar informações à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre a formação de preços de seus produtos até 10 de janeiro. A decisão foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU) de hoje.
A assessoria de imprensa da ANS explicou que o “objetivo é estender a regra de portabilidade de carências aos beneficiários vinculados aos planos coletivos empresariais”.
A portabilidade permite que o usuário do plano migre de produto ou operadora, sem passar novamente pelo período de carência, período inicial em que não pode utilizar benefícios do plano de saúde.
No momento, esse tipo de plano é o único que não permite a portabilidade. A assessoria da ANS informou ainda que “a ampliação da portabilidade para estes casos incentivará a concorrência no setor, devido à facilidade de se trocar de plano”.
O impacto maior deve ocorrer nos planos com menos de 30 beneficiários, já que as pequenas empresas têm menor poder de barganha junto às operadoras de planos de saúde.
valor