Planos de Saude Todos AquiFale com um consultor

Os corretores dizem que são orientados a não fazer plano de saúde para os idosos

As mensalidades aumentam muito a partir dos 59 anos, porque o Estatuto do Idoso proíbe aumentos a partir de 60 anos.
Operadoras de planos de saúde estão criando barreiras para os idosos. Os corretores dizem que são orientados a não fazer o plano para o idoso. Sem contar que as mensalidades aumentam muito a partir dos 59 anos. “O Estatuto do Idoso proíbe aumentos a partir de 60 anos. Já a lei de Defesa do Consumidor proíbe que se tenha aumentos abusivos sem justificativas, diz que não pode haver oneração excessiva do consumidor”, explica o advogado José Alfredo Lion.
Uma corretora que não quis se identificar conta que oito grandes planos de saúde dão orientações em relação aos idosos. “Aquela regrinha básica: a gente não quer idoso. Por mais que paguem R$ 1 mil, R$ 2 mil, eles não querem. Eles dificultam, na verdade.”
O Jornal Hoje ligou para dois grandes planos de saúde. Primeiro, o repórter disse que estava procurando um plano para ele:
Corretor: É só agendarmos uma visita.
Repórter: Se eu fizer, então, até o dia 15 de um mês, já no dia primeiro do outro já tenho a cobertura?
Corretor: Isso, perfeitamente.
Repórter: E você vai até a minha casa?
Corretor: Isso. Ou seu local de trabalho. Como for melhor para o senhor.
O repórter desligou e voltou a fazer contato, dizendo que a interessada era a mãe dele:
Corretor: Qual a idade da sua mãe?
Repórter: Minha mãe tem 70 anos.
Corretor: 70. O seguinte: nós das concessionárias, das autorizadas, só temos tabela até 64 anos. Acima dessa idade tem que falar direto com a central. Eles dizem que é um procedimento administrativo.
O repórter ligou para a central do plano e o corretor explicou que maior de 59 anos precisa ir na agência. “É o regulamento do plano de saúde, senhor”, disse.
A corretora explica como funciona. “Já fui na agência com o cliente. O cliente vai, fecha o contrato, tem que ir ao banco pagar, tem que voltar na agência para provar que pagou, para ser aderido ao plano e depois, dez dias depois, tem que passar por uma perícia médica.”
As operadoras não são obrigadas a ir até a casa do cliente para fechar contratos, mas a ANS informou que os planos de saúde não podem desestimular, impedir ou dificultar o acesso de clientes por causa da idade ou condição de saúde.
Ainda segundo a ANS, a operadora que dificultar o atendimento a idosos, pessoas com doenças graves ou deficientes pode ser multada em R$ 50 mil reais.
A Federação Nacional de Saúde Suplementar, que representa 31 operadoras de planos de saúde - as maiores do mercado - informou que as operadoras podem exigir, independentemente da idade e conforme previsto em lei, declaração de saúde ou exame médico com vistas a definir os casos de doenças e lesões preexistentes.