Planos de Saude Todos AquiFale com um consultor

Interferência dos planos de saúde em procedimentos e exames prejudicam usuários

Em 2013 foram recebidas mais de 100 mil reclamações em todo o País
De acordo com o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), a medicina suplementar tem agido de forma desrespeitosa em relação aos médicos e pacientes, impedindo procedimentos e interferindo na autonomia profissional e nas internações hospitalares, criando uma série de atropelos aos pacientes.

Segundo o último balanço divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), foram recebidas mais de 100 mil reclamações dos usuários contra os planos de saúde em todo País em 2013, o que equivale a um crescimento de 31% referente ao ano anterior.

“Os planos de saúde interferem muito nos procedimentos e exames e isso causa impacto principalmente para os usuários, que precisam de autorização para realizar determinados processo. Há restrições na oferta de atendimento aos pacientes e nas autorizações dos procedimentos”, explica o presidente do Simesp, Cid Carvalhaes.

A principal reclamação entre os usuários descrita no relatório da ANS foi em relação a problemas de cobertura do plano, com mais de 74 mil queixas. “Existe a necessidade de alertar os usuários sobre as graves consequências da ingerência das operadoras na decisão dos especialistas. O Simesp apoia a população que vem sofrendo com os planos”, conclui Carvalhaes.