Planos de Saude Todos AquiFale com um consultor

Guia explica reajustes e diferença entre planos novos e antigos

Atualmente, mais de 70 milhões de brasileiros são beneficiários de planos e seguros de saúde. Na hora dos reajustes de mensalidades, muita gente tem dúvidas sobre todas as regras contratuais existentes e o que diferencia um plano do outro nessa questão. Por esse motivo, a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) elaborou um guia completo, prático e didático explicando os diferentes tipos de reajustes e as normas que os disciplinam. O Guia dos Reajustes dos Planos e Seguros Privados de Saúde aborda dúvidas comuns, como a diferença entre os chamados planos antigos e novos (contratados após 1999 ou adaptados).
Para falar sobre o assunto Programa Revista Brasil entrevistou o diretor-executivo da FenaSaúde, José Cechin.
Ele explica que a mensalidade do idoso é mais alta do que as outras faixas etárias, porque quando a pessoa muda de faixa etária dos 58 para o 59 anos de idade, entra no novo grupamento de pessoas de 59 ou mais. Esse novo grupamento inclui pessoas de 70, 80, 90 e 100 anos. Essas pessoas custam muito mais, do que pessoas que tem 54 a 58.
"A mensalidade do idoso é alta frente a aposentadoria que ele tem, mas ela é baixa frente ao que custa para a saúde suplementar", diz Cechin.
O diretor-executivo esclarece que a entidade encarregada de normatizar, fiscalizar os planos de saúde é a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), é ela que dita e edita normas.

Fonte: revista Brasil