▪ simulador ▪ fale conosco

Estelionatários são presas por vender plano de saúde falso

Duas acusadas de estelionato foram presas em flagrante nesta última quarta-feira (16) no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. A fraude consistia em vender planos de saúde para gestantes sem carência.

As duas mulheres aplicavam o golpe se passando por corretoras do plano Hapvida. Elas ofereciam um plano voltado às gestantes sem carência e com direito à emergência, consultas, exames, internação e parto. No entanto, o único plano de saúde neste modelo só dá direto ao parto e pré-natal.

Arianne Stephane, a possível vítima que denunciou a fraude, contou que encontrou as golpistas na internet: "Vi um anúncio em um aplicativo para gestantes, entrei em contato e elas me explicaram que o plano custava R$ 2.500 + 9 parcelas de R$ 174 até o mês do parto".

Arianne desconfiou da boa oferta e entrou em contato com um corretor da Hapvida para saber mais detalhes, foi quando veio a surpresa: o corretor confirmou que esse tipo de convênio não era oferecido pelo plano de saúde. "Ele me disse que quando as pessoas ligavam para marcar uma consulta, descobriam que esse acordo não existia", complementou Arianne.

A consumidora foi à delegacia de Repressão ao Estelionato, que fica no bairro de Afogados, na Zona Oeste, e fez a denúncia.

Com a participação da polícia e de um advogado, ela marcou um encontro com as estelionatárias em um shopping da cidade, que na hora de receber o dinheiro, foram presas em flagrante.

FONTE: NOTICIAS UOL.com.br